Desenvolvido por Levant Consultoria de Marketing

www.levantmkt.com

Avenida Almirante Barroso, 1454 - Marco, Belém - PA

E-mail: sbotpara@gmail.com
Tel: 091 - 3084-3000

CURSO DE IMOBILIZAÇÕES DA SBOT-PA QUALIFICA VOLUNTÁRIOS DO CÍRIO

Um total de 110 voluntários da Pastoral da Acolhida, que realiza ações de atendimento aos romeiros do Círio de Nazaré na Casa de Plácido, participaram do Curso básico de imobilizações, realizado no dia 28 de setembro, no auditório do no Hospital Porto Dias. A atividade de qualificação foi realizada pela Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia - Regional Pará, por meio de seu diretor científico, o doutor Jean Klay Machado, e com a participação dos residentes de Ortopedia e Traumatologia do hospital, que auxiliaram os enfermeiros e técnicos de enfermagem voluntários na hora de treinar as técnicas de imobilização.

A preparação dos voluntários é feita com vários cursos, e a parceria com a SBOT-PA começou em 2015 e deve seguir pelos próximos anos. “É o segundo ano da nossa parceria com a Casa de Plácido. E para nós é extremamente honroso participar de um evento como esse, porque uma das funções da Sociedade é poder levar ao próximo qualquer tipo de assistência, por mais que não seja diretamente pelas nossas mãos, mas pelas pessoas que estamos ajudando a capacitar para o trabalho voluntário dessa festa tão maravilhosa que é o Círio”, destacou Jean Klay.

Segundo o Reinaldo Chaves, Coordenador da Pastoral da Acolhida, diante de tantas situações inesperadas para o atendimento de saúde durante as procissões do Círio, é fundamental que os voluntários estejam preparados com todo o conhecimento possível. "Este curso é de treinamento e tem suma importância porque, na Casa de Plácido, vários romeiros aparecem com várias sequelas da viagem a pé ou de bicicleta. Esse aperfeiçoamento é essencial para que possamos dar o melhor atendimento possível ao romeiro".

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Alex Wallace Sena participa da Pastoral da Acolhida há dois anos e vê a qualificação como algo essencial para complementar a preparação espiritual. "Esse treinamento é fundamental. Nós tivemos mais contato com as técnicas para imobilizar membros superiores e inferiores. Também aprendemos a lidar diante de fraturas e vários tipos de lesões, dando suporte para que o romeiro seja encaminhado até o hospital mais próximo. É muito bom ajudar o próximo! Quando a gente ajuda o outro, ajudamos a nós mesmos", comentou.

Texto: João Thiago Dias

Fotos: Paulo Favacho