Desenvolvido por Levant Consultoria de Marketing

www.levantmkt.com

Avenida Almirante Barroso, 1454 - Marco, Belém - PA

E-mail: sbotpara@gmail.com
Tel: 091 - 3084-3000

Congresso de ortopedia incentiva educação continuada no Pará

A regional paraense realizou a 14ª edição do Congresso Paraense de Ortopedia e Traumatologia, nos dias 08 e 09 de setembro, no Hangar – Centro de Convenções da Amazônia, em Belém. O evento reuniu profissionais de saúde objetivando o estímulo à educação continuada e melhoria do atendimento aos pacientes.

         De acordo com o presidente do evento, o ortopedista Fábio Santana, o congresso foi pensado para incentivar ainda mais a educação continuada no estado. “A educação continuada é extremamente necessária para que os profissionais se atualizem e exerçam suas funções com o melhor desempenho possível, tanto tecnicamente, quanto socialmente, afinal, nós lidamos com vidas humanas, e precisamos cuidar do problema em si, da doença, mas também precisamos cuidar das pessoas. E acredito que mantemos a linha do Congresso anterior, tornando o evento um grande sucesso, resultado que temos que dividir com nossos convidados nacionais, que aceitaram nosso convite e fizeram toda a diferença na qualidade do CPOT”, avaliou Santana.

         O XIV CPOT trouxe à capital paraense nove convidados de renome nacional da ortopedia como o presidente da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, João Maurício Barretto, e a futura presidente da instituição, Patrícia Fucs. “Esse congresso mostrou a força que a regional tem e, sem dúvida, os palestrantes todos contribuíram para o alto nível do evento e para discutir as particularidades da região”, salienta Barretto.

Também estiveram presentes o chefe do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Central da Polícia Militar do Rio de Janeiro, José Paulo Gabbi, o renomado Arlindo Pardini e Marcelo Rezende, ambos da área de cirurgia de mão; e Edegmar Nunes, especialista em cirurgia do tornozelo e pé. A especialidade de ortopedia oncológica também teve espaço no evento e trouxe o chefe do Grupo de Oncologia Ortopédica do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da FMUSP, André Mathias. A área da fisioterapia também contou com convidados nacionais com a presença da fisioterapeuta do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo, Adriana Carvalho, e do fisioterapeuta e gestor do Instituto Cohen de Ortopedia, Reabilitação e Medicina do Esporte – referência nacional em reabilitação -, Maurício Garcia.

  Para o secretário de Estado de Saúde, Jorge Mateus, o XIV CPOT estimulou o interesse pela área e a pesquisa na região. “Além da qualificação dos profissionais presentes, foi bom para estimular o interesse de estudantes pela área, e reforçar que saúde não é só assistência, é envolver ensino e pesquisa também, e tenho certeza que a Sbot está fazendo isso”, declarou o secretário.

   Fraturas em membros de crianças, quando aplicar cirurgia, lesões, rupturas, reabilitação, infecções, oncologia ortopédica, complicações cirúrgicas e fraturas, foram alguns dos temas abordados no congresso, além da premiação de melhor E-pôster e melhor apresentação oral.

Para o presidente da Sbot-Pará, Reginaldo Moura, a missão foi cumprida. “Houve a intensa participação dos colegas da região, tivemos plateia cheia nos dias de evento, e recorde de inscrições. Então foi um congressamento importantíssimo, com convidados nacionais que só contribuíram para o avanço da ortopedia paraense”, avaliou o presidente.

Texto: Lissa de Alexandria